Category Archives: Atitudes para a mudança

Uma foto e um café: A realidade que eu crio a cada momento.

Neste último domingo eu acordei mais tarde, preparei meu café da manhã com toda calma, dois ovos na manteiga, simples, do jeito que eu gosto. Como é bom degustar este momento tão gostoso do dia. Após comer, com uma xícara de café preto como compania, fui dar aquela olhadinha no Facebook. Este é um hábito que estou revendo, por mais que as publicações que apareçam para mim sejam na grande maioria positivas, é fácil perder o foco simplesmente por curiosidade (e eu sou bem curiosa rsrs).

Primeira coisa que aparece na minha timeline: as lembranças dos posts que fiz neste mesmo dia há um e dois anos atrás. Se você tem Facebook sabe do que eu estou falando. Se não tem, bom para você, nada que deva se preocupar.

Eu senti algo estranho ao ver a minha foto de dois anos atrás, (veja logo abaixo) e perceber que muitas coisas mudaram. Meu corpo estava mais definido, eu estava loira, a casa era outra, eu ainda estava casada, eu tinha outras prioridades e ideais, basicamente, eu era alguém um pouco diferente de quem eu sou hoje.

Ah, eu estava no fim dos meus estudos para me tornar coach de nutrição integrativa…

Foi estranho pensar em todas estas mudanças, porém foi um exercício que desencadeou uma boa reflexão, e a conclusão de que em dois anos eu posso criar uma vida completamente diferente, baseada no quê?? No quê???… nas minhas ESCOLHAS!!!!

Não tem como fugir da lei de causa e efeito. Nós criamos a nossa realidade a cada momento que escolhemos, ou damos o poder de escolha a outro. Isso também é uma escolha.

selfie-neste-dia-18sep2014
Eu, em 18 de setembro de 2014, feliz por ter feito uma corrida apesar do pouco tempo livre.

Durante a minha reflexão desta manhã, olhando esta minha selfie, fisicamente eu parecia estar de acordo com o que a maioria das pessoas considera “bom”, “aceitável”, “bonito”, e quem sabe até “um objetivo a ser alcançado”.

Eu estava praticando atividades físicas com regularidade, sendo super disciplinada quanto a minha alimentação, eu comia praticamente apenas o que eu cozinhava. A minha vida era dividida, neste perído, entre estudar, trabalhar, malhar e ter um tempinho com o meu parceiro na época. E tudo bem, nada de errado nisso. Eram outras prioridades, e eu estava cuidando bem delas.

Então, eu me questionei hoje… Como eu estava me sentindo de verdade?

E como eu me sinto hoje?

Vou ser sincera com você, até esta época, eu era muito insegura quanto a minha aparência, mas isso é apenas a ponta do iceberg. Há 2 anos atrás, a minha auto-estima ainda estava lá embaixo, no chão para falar a verdade.

Por mais que o espelho pudesse me ajudar a pensar diferente, eu ainda precisava de muito trabalho interno, meditação e autoconhecimento. Eu ainda acreditava que a minha aparência física definia quem eu era, eu me identificava muito com o meu corpo.

Por isso, cuidar do meu corpo com tanta dedicação foi sim muito importante, foi a forma que EU encontrei para começar a me olhar com mais amor.

Porém eu estava em busca de algo mais profundo, eu realmente queria me sentir mais inteira, mais íntima comigo mesma e mais confiante em expressar a minha verdade. Eu ainda era uma menininha com medo de muitas coisas, com medo de ser eu mesma e não ser amada… aí esta menininha resolveu abraçar desafios e experiências que viriam a torná-la uma mulher de verdade, e perceber que o amor que ela precisava era o próprio!

Não é um acontecimento da noite para o dia. Leva tempo, persistência, e quanto mais auto-compaixão você tiver consigo mesmo, melhor. Pense na velha e boa metáfora da lagarta que se transforma em borboleta. A lagarta pode estar feliz sendo lagarta, mas o fluxo natural é ela se transformar em algo ainda melhor, o que já é em essência.

Ela precisa dedicar um tempo da sua vida a buscar recursos (comer e armazenar energia), pois por um determinado período ficará no seu casulo, quietinha. Para quem olha de fora parece algo estático, imóvel, mas internamente, a lagarta está em constante transformações, talvez com muito medo pois não sabe o que está acontecendo (ok, este é o meu extra rsrs), utilizando os recursos que armazenou para dar origem a uma nova versão daquele serzinho. Mas foi preciso se dedicar, se colocar a disposição do que a natureza a chamou a fazer.

Assim também é com a gente. Precisamos dedicar um tempo, energia em buscar recursos, e pensar nisto como um investimento com retorno certo, não há risco de perdas. Nestes dois anos eu investi meu tempo, recursos e energia em cursos, workshops, vivências, treinamentos, sessões de coaching, terapias, meditações, grupos… Além disso, muito material que eu utilizei está disponível gratuitamente na internet, tenha a iniciativa de pesquisar e você encontrará! Também precisei de vários momentos no meu “casulo”, precisei ficar mais introspectiva para conseguir passar pelos processos de cura.

É importante ter a consciência de que somente eu posso me salvar, ninguém mais. Por isso eu fui em busca, no meu ritmo e de acordo com a minha realidade, encontrando os recursos, interagindo com as pessoas que eu sentia afinidade. Muitas destas pessoas eu encontrei online, e por isso sou tão grata pela internet nos proporcionar esta conexões tão lindas.

Se você quer mudar algo na sua vida mas não sabe por onde começar ou está  inseguro, busque o apoio de pessoas que você confia e que te ajudem a perceber os recursos que você já tem, a identificar o que você já pode fazer.

green-butterfly-cocoons-hanging-on-twig-visualhunt
Photo via VisualHunt

Ter um suporte profissional e de amigos é importantíssimo! A minha querida amiga e terapeuta Adriana Souza do Hoje eu me Sinto foi e é um dos meus anjos nesta caminhada! Sou infinitamente grata a ela por estar do meu lado e me ajudar a acolher a mim mesma! A maravilhosa Gabriella Squizato também foi é continua sendo essencial, me ensinando ferramentas de transformação da realidade que uso sempre! Além delas, eu tive também o apoio de outras pessoas, algumas bem de perto, outras como inspiração e sendo minhas coachs sem saber!

Hoje, dois anos depois, é nítido como me sinto mais conectada com a minha verdade e mais em paz com as minhas escolhas. Claro que cometo deslizes, não pense que me sinto a “dona da verdade”, bem pelo contrário!

Hoje eu consigo perceber os meus momentos de aprendizados (mais conhecidos como erros hehe) muito mais rapidamente e com maior clareza. E acredito que isso é possível pois me aceito muito mais, pois me acolho e entendo que estamos todos aprendendo e ensinando uns aos outros, sempre.

E quanto ao aspecto físico, hoje eu sinto muuuuuito mais bonita, venho aceitando o meu lado sexy sem me sentir culpada por isso, e minha auto-estima vem subindo vários degraus! Também me sinto mais animada a voltar a me dedicar mais a certos aspectos que precisei deixar em stand-by.

Estou recomeçando a ter uma rotina com atividades fisicas, pois para mim isto é algo que me traz uma sensação de prazer, e de auto-cuidado. Movimento é alimento tanto para o corpo quanto para a mente! Minha alimentação também teve seus momentos trash, e tudo bem, eu aprendi a ver que a vida é para ser vivida e não para ser enquadrada em limitações. Equilíbrio é a chave! E cada pessoa tem o seu!

Mesmo que eu veja mais celulites, mesmo que apareçam mais gordurinhas do que antes, eu olho para o espelho e sou imensamente grata pelo meu corpo, por tudo que ele me proporciona, e por estarmos em uma relação equilibrada e mais saudável de verdade, não apenas por que eu dou a ele melhor nutrição, mas por que eu o amo muito mais.

Isso tudo por que eu pude ver esta foto de dois anos atrás. Que belo exercício, penso eu, refletir sobre onde as minhas escolhas me trouxeram e onde elas podem me levar.  Tudo depende de como enxergamos a nossa realidade. 

Photo credit: guercio via Visual hunt / CC BY-NC-ND
Photo credit: guercio via Visual hunt / CC BY-NC-ND

Existem momentos que tudo parece estar desmoronando, e parece que não vamos sair da m… nunca. Mas pode ser que desconstruir seja a primeira etapa, e talvez a mais difícil, para construirmos algo melhor.

Lembre-se, é a cada pequena escolha que você cria a realidade do seu amanhã.

Aproveite cada oportunidade de fazer o que a sua intuição diz.

Não dê o seu poder de escolha aos outros, isso pode custar caro no final.

Responsabilize-se pela sua felicidade, pela sua vida, por ser quem você quer se tornar.

E independente de como você está se sentindo hoje, lembre-se que você SEMPRE pode mudar. Não existe tarde demais.

Em um ano você pode viver muito mais intensamente que nos últimos 10 anos da sua vida. É preciso coragem, mente e coração abertos.

Esqueça a conversa de que é fácil, não é mesmo. Se fosse fácil não existiriam tantos livros de auto-conhecimento,  cursos de meditação e pessoas com depressão e ansiedade.

Mas não precisa ser complicado, pode ser mais simples do que você pensa. 

Qual vai ser o seu próximo “pequeno” passo? E o próximo?

Desapego gera leveza e liberdade

Nós temos o poder de escolher o que mantemos nas nossas vidas. Se não faz feliz, por que continuamos insistindo?

A prática do desapego é uma das mais poderosas (se não a mais poderosa) para gerar mais leveza e abrir espaço para que novas possibilidades se manifestem na sua vida.

Desapegar de coisas, roupas, objetos pode ser bem complicado para algumas pessoas. Quem não tem aquela roupa que acha linda, mas que não usa mais tanto assim? Ou aqueles objetos que estão esquecidos em algum lugar da sua casa, e que você pensa que talvez um dia vão ter alguma utilidade, mas já passaram 10 anos e você realmente nunca precisou deles? Continue reading Desapego gera leveza e liberdade

Alimente Sua Vida – Mentoria em Grupo

Eu sinto que muitas pessoas desejam ter um estilo de vida mais saudável porém não sabem onde encontrar um espaço seguro e acolhedor onde possam falar dos seus desafios e ser ouvidas com atenção.

Pensando nisso, eu tenho desenvolvido a minha habilidade em orientar e possibilitar a conexão verdadeira em grupos de pessoas, gerando mais motivação e inspirando a mudanças positivas na alimentação, na forma com se trata e na forma como lida com os seus sentimentos. Continue reading Alimente Sua Vida – Mentoria em Grupo

Não se pode ter tudo na vida… isso é mesmo verdade?

Hoje resolvi compartilhar a minha experiência e opinião a respeito de um pensamento, que acredito ser muito comum em muito de nós. Este pensamento de que “não se pode ter tudo na vida”, ou “não posso ter tudo que quero”.

Você sabia que estes pensamentos são crenças limitantes?

Mas o que é uma crença? E limitante, o que isto quer dizer? Continue reading Não se pode ter tudo na vida… isso é mesmo verdade?

A Ansiedade, a Comida, os Sentimentos e a sua Mente

Vou dizer algo que pode doer, talvez você não queira continuar a sua leitura, e eu vou entender, continuamos amigas tá?

Nós, seres humanos, tentamos controlar TUDO a nossa volta.

Tentamos controlar as mais diversas situações pois acreditamos que podemos. Tentamos controlar como a nossa vida profissional deveria ser, como a nossa relação amorosa devia estar, como nossos filhos deveriam se vestir, como a mãe deveria falar, como a irmã deveria se comportar e no fim do dia estamos exaustas sem saber por quê. Reclamamos que estamos sem energia e cansadas, sem perceber que doamos a nossa energia para situações em que não há uma troca positiva. Continue reading A Ansiedade, a Comida, os Sentimentos e a sua Mente

A geração em que a Cinderela perde o “tênis de cristal” na academia

Qual é o limite entre um estilo de vida saudável e a obsessão em ter um corpo “ideal”?

Existe algo muito triste acontecendo na mente de muitas meninas e mulheres. Enquanto outras mulheres que dedicam boa parte das suas vidas para ter um corpo “ideal”, mostrando uma aparente felicidade e equilíbrio, existem mulheres que sofrem pois acreditam que não são boas o suficiente, ou que não são bonitas o suficiente. Então começam as torturas em forma de dietas, auto-punição, sentimentos de culpa e vergonha, além de se desconectarem da sua verdade, do seu ser.

Claro que existem mulheres que vivem de verdade este equilíbrio, e talvez sejam magras ou malhadas, talvez elas já passaram por vários transtornos e agora tem uma relação mais positiva consigo mesmas. Eu acredito que é possível encontrar o prazer em um estilo de vida saudável e que seja positivo para o corpo, mente e alma. Eu, por exemplo, gosto de fazer atividades físicas e me alimentar bem, hoje isso é natural, mas nem sempre foi.

O que está em questão aqui, e que eu gostaria de convidar você a refletir é sobre a realidade por trás de todas fotos que as celebridades, atrizes, modelos e artistas postam nas mídias sociais. É uma avalanche de poses, barrigas de fora, dietas da moda, e acabamos formando uma imagem de que estas pessoas tem uma vida perfeita, e começamos a desejar o mesmo, pois as fotos e vídeos parecem mostrar um mundo maravilhoso, porém bem distante da realidade.

Elas são lindas sim, e tentam passar algo de positivo na maioria das vezes. Mas elas passam também a ideia que você só será feliz quando tiver uma barriga chapada, ou tiver as coxas definidas, ou estiver em um relacionamento. Será mesmo que precisamos das mesmas coisas para ser feliz? Será que estas mulheres são mesmo o que elas mostram? Será que as pessoas não estão percebendo que isto virou obsessão?

Eu sou completamente a favor de cuidar do seu corpo, de ser vaidosa e se sentir linda, mas eu não acredito que almejar ter o corpo parecido com o de outra pessoa seja saudável para ninguém. Parece que a nossa criança interior continua acreditando na história da Cinderela que perdeu o sapato de cristal no meio do baile para depois ser encontrada por um príncipe que a salva dos seus grandes problemas, porém agora não é mais um sapato de cristal e sim um tênis, o baile é a academia e talvez não seja o príncipe em um cavalo branco, mas a barriga chapada, o corpo malhado e o silicone que vai nos realizar e trazer a tão sonhada felicidade. Brincadeiras a parte, este assunto é muito sério, pois as crianças de 3 anos já estão desejando ter um corpo diferente por presenciar as suas mães comentando como estão acima do peso ou como precisam emagrecer. Precisamos mudar isso em nós agora.

42569f_9646f0bf423b41f4ad03b2ceb8627376 (1)

Cada um de nós tem o presente de ter um corpo único, que pode ser moldado pelas nossas escolhas sim, até certo ponto. Mas não podemos mais perder o nosso amor próprio por que não somos como a sociedade diz que temos que ser.

Eu convido você a olhar para o seu corpo com mais amor e gratidão e fazer o possível para não se comparar a ninguém. Experimente olhar para outras mulheres sem julgar os seus corpos. Admire a beleza que há em cada biotipo se quiser, mas entenda que você é maravilhosa e linda do seu jeito!

Seu corpo é sim o seu templo e merece todo o seu respeito.

Além disso, a sua essência faz morada no seu corpo, ou seja, ele é apenas o revestimento, o seu valor não está no seu peso ou medidas, está em quem você é, e você é uma filha do Universo!

Você tem uma luz que veio para brilhar e inspirar outras pessoas a brilhar também!

Ame-se com toda a sua força!

Um beijo grande,

Taísa

Alimentação saudável pesa mais no bolso? 5 dicas para usar melhor seu dinheiro na hora das compras.

Alimentação saudável é mesmo mais cara do que uma alimentação comum?

Eu sempre ouço alguns comentários sobre como comprar alimentos mais saudáveis pode aumentar a fatia do mercado no orçamento no final do mês. E eu estou questionando este pensamento pois sinto que este argumento é usado como uma forma de não olhar para o real problema: falta de comprometimento com a própria saúde e bem-estar.

Algumas pessoas já me disseram que preferem comprar produtos industrializados por que eles tem um custo geral menor do que comprar legumes, verduras e frutas variados.Eu respeito a opinião individual, mas gostaria de apresentar um outro lado desta mesma moeda.

Realmente, em vários lugares o custo dos alimentos inteiros, frescos e orgânicos  é um pouco maior do que um carrinho cheio de pacotes, refrigerantes, caixas de congelados e enlatados, como os que eu vejo saindo do supermercado.

Porém este valor investido em alimentos que o nosso organismo reconhece como comida volta como saúde, melhores níveis de energia, disposição, menos chances de desenvolver doenças, equilíbrio hormonal e emocional, peso saudável e satisfação em se sentir bem consigo mesmo.

Comer mais saudável não vai resolver todos os seus problemas, porém vai com certeza prevenir muitos deles! Ou você prefere usar todo seu dinheiro economizado em remédios, hospitais e tratamentos com imprevistos que “surgem do nada”. Lembre-se que as suas células usam o material que você dá para elas trabalharem. Ao escolher alimentos de melhor qualidade, o seu corpo será construído da mesma forma, e os seus órgãos não vão precisar trabalhar em dobro para eliminar todos os excessos de conservantes, açúcares, gorduras hidrogenadas, corantes e sabores artificiais que os alimentos industrializados contém.

Isso é uma questão de PRIORIDADE!!!
Quais são as suas prioridades?
Até que ponto a sua saúde é uma prioridade para você?

Algumas pessoas não classificam a sua saúde e o seu bem-estar como prioridade. Portanto a alimentação acaba ficando em terceiro ou quarto plano para elas. As roupas ou o carro parecem ser uma prioridade maior as vezes.

Tudo bem se você prefere usar o seu dinheito em outras coisas. Eu não estou julgando esta atitude, apenas estou dizendo que alguém que não quer investir em uma alimentação mais saudável e variada prefere usar o seu dinheiro de acordo com o que acha mais importante do que a sua própria saúde. E vamos falar a verdade, estas pessoas muitas vezes pagam uma nota para o plano de saúde, mas na verdade não estão se ajudando em nada ao comer frituras, tomar refrigerante e comer mal o tempo todo.

autossabotagem-dieta

Você não precisa comprar chia, frutas vermelhas e óleo de coco para manter a sua saúde em dia.

Para ter uma alimentação saudável e equilibrada você não precisa comprar produtos mais caros ou importados, e sim usar a criatividade com os alimentos que existem em maior quantidade onde você mora.

Se você sabe a importância e quer investir na sua saúde, eu sou totalmente a favor da compra este alimentos que citei acima como exemplo, mas eles não são obrigatórios. Porém se estiver muito acima do seu orçamento, não use isso como desculpa para não cuidar da sua saúde através da sua alimentação. Seguem abaixo 5 dicas que vão te ajudar a se alimentar melhor sem precisar gastar todo seu dinheiro no mercado.

1. Compre os legumes e frutas da estação

É possível comer muito bem variando com as frutas e legumes da estação, que são aquelas com o melhor preço se comparadas aos vegetais que não são naturalmente encontrados na estação vigente. Procure pelas feiras de produtores locais na sua região, lá você vai saber quais são os vegetais da época, observando as cores mais vivas e os preços mais acessíveis. Converse com os agricultores para saber como o cultivo foi feito. Este contato com quem fornece a sua comida é muito positivo.

comidas-saudaveis-frutas-legumes

2. Pesquise as promoções da semana nos folhetos

Procure por folhetos impressos dos mercados ou na internet, e faça uma lista do que você encontrar com os melhores preços. Depois faça a sua logística e veja quais mercados você vai economizar mais ao comprar. Você pode comprar os itens que estiverem mais em conta em cada mercado também, basta se organizar.

3. Reduza o consumo de carne vermelha e prefira carnes brancas 

Além do benefício de economizar ao comprar menos carne vermelha, você estará ganhando muita energia física ao deixar de fazer a digestão da mesma. A carne de gado demanda muito mais energia e tempo do organismo para ser digerida completamente do que outras opções de proteínas, podendo levar até mais de 2 dias dentro no sistema digestivo. Você pode pensar que é difícil, mas eu sou gaúcha, meu pai assa o melhor churrasco do mundo e eu consegui mudar este hábito, então qualquer pessoa consegue! Se parecer demais, experimenta fazer 2 ou 3 dias por semana sem carne, e faça as contas de quanto você economizou. Observe também como o seu corpo reage.

4. Aumente o consumo de ovos ou fontes de proteína vegetal

Você não precisa virar vegetariano se não quiser, mas eu incetivo que você faça um teste e experimente por 1 ou 2 semanas comer mais ovos e leguminosas como fonte de proteína no lugar da carne. Ovos são alimentos cheios de nutrientes, gorduras boas para o coração (já está comprovado cientificamente que você não precisa mais descartar as gemas), vitaminas do complexo B, ajudam a formar o colágeno e a saúde dos olhos e do sistema nervoso. Grão-de-bico, feijões, lentilha, ervilha e quinoa são ricos em proteína de fácil digestão, são fontes de carboidratos complexos e fibras, o que ajudam quem está cuidando do peso e ainda se encaixam na categoria “bons de preço”.

5. Compre em quantidades menores e reduza o desperdício.

Talvez uma parte do que você compra acabe indo para o lixo pois você não consegue usar tudo a tempo. A salada estraga, alguns produtos passam da data de validade, e o seu dinheiro vai para o ralo. Para evitar isso, compre em quantidades um pouco menores e tente usar o que está há mais tempo na sua despensa primeiro. Compre apenas o que precisa ser reposto e vá criando com as sobras de comida. Diminua o desperdício de vegetais fazendo sopas e caldos, e use as cascas e resíduos das frutas em receitas de bolos ou pães. Dessa forma você estará não só economizando mais reaproveitando muito mais os nutrientes dos alimentos.

Para algumas pessoas é mais importante ter um novo par de sapatos a cada mês, mas o almoço pode ser um miojo ou um pastel e o lanche é bolachinhas e salgadinhos. Não que comer isso seja errado, mas eu estou falando de hábitos diários, de alimentação cotidiana. O corpo é quem acaba pagando esta conta, infelizmente!

Então não é uma questão de que seja mais caro se alimentar melhor, é uma questão se saber por que você está investindo na sua saúde. Se o seu corpo se constrói a partir do que você come, por que então você vai dar alimentos de baixa qualidade para ele?

Você entende que alimentos processados vem carregados de conservantes, sabores artificais, sódio, gorduras hidrogenadas, açúcar refinado, açúcar invertido e outros tipos, ingredientes que ninguém consegue pronunciar e uma lista interminável de ingredientes, é por que este produto não é bom para o seu corpo nem para a sua saúde.

A natureza fez um trabalho magnífico nos providenciando com tantas cores, nutrientes, formas, sabores, alimentos diferentes em cada estação e nós, teimosos e mimados, resolvemos que queríamos coisas coloridas e saborizadas artificialmente. Está na hora de olhar de novo para a natureza e fazer escolhas que estejam de acordo com a nossa sabedoria interna.

Eu espero que esta leitura sirva para uma reflexão, e que você pense no investimento que poderá fazer na sua própria saúde e da sua família ao fazer melhores escolhas para a sua alimentação.

O que você acha deste assunto agora? Vamos investir na nossa alimentação e nos cuidados com o nosso bem-estar? Espero que as dicas possam ajudar você nas suas próximas compras!  Escreva e me conte!

Um beijo!
Taísa Bohrer

Obs.: cada pessoa sabe o que faz com o seu dinheiro, e pode comprar quantos pares de sapato quiser, isto não é um problema. O comentário foi usado para ilustrar uma situação em que alguém não está priorizando a sua saúde e bem-estar.

Como Entender e Atender as suas Vontades com Consciência

Ao longo do dia temos inúmeras vontades não é mesmo?

Pense nas vontades que você teve nos últimos dois ou três dias…

Vontade de falar algo para o parceiro que está entalado há tempos…
Vontade de olhar um filme bem bobinho e chorar com o final óbvio…
Vontade de comer uma panela inteira de brigadeiro…
Vontade de abraçar e beijar alguém que está longe,
Vontade de receber um carinho de quem está perto,
Vontade de jogar tudo para o alto e vender coco na praia, rsrs…
Vontade de mandar aquela pessoa ir para bem longe…

Você já pensou que estas vontades talvez sejam mais do que um simpçes desejo, e podem vir de uma necessidade maior ? Continue reading Como Entender e Atender as suas Vontades com Consciência

AS ESCOLHAS QUE VOCÊ FAZ, FAZEM VOCÊ!

“Você faz escolhas e as escolhas fazem você”

Procurei o autor desta frase que li uma vez há muito tempo e não encontrei, mas ela faz muito sentido para mim. Acredito que a nossa vida é o reflexo daquilo que escolhemos a todo momento. Nós moldamos o nosso caminho a cada decisão feita. E saber disso abre uma grande porta para refletir se as escolhas que estamos fazendo agora estão alinhadas com a vida que desejamos levar.

Nem todo mundo sabe, mas há mais ou menos 7 anos atrás eu comecei a viver uma vida que não era a que eu desejava de verdade. Porém foi uma escolha minha trabalhar no setor financeiro e fazer algo que parecia ser o melhor naquela época. Hoje eu tenho consciência de que isto foi maravilhoso pelos aprendizados que tive e pelas pessoas que conheci, estas são as maiores riquezas que carrego daquele período.
Eu decidi me dedicar ao trabalho e estudos como se a minha vida dependesse somente disso, e deixei o meu auto-cuidado e a minha essência no último lugar da lista de prioridades. Isso me levou a engordar 15kg em menos de 2 anos, pois minha alimentação era um reflexo das minhas escolhas, sempre deixando de dar atenção necessária a minha saúde e bem-estar. E eu paguei o preço, pois minha autoestima foi para o lixo, e mesmo com maquiagem, roupas legais, cabelo bonito, por dentro eu estava e me sentia completamente destruída.

A cada dia eu sentia que uma parte de mim estava morrendo lentamente.

Veio a depressão, e eu não sabia como agir, só sabia que por fora eu não queria demonstrar nada daquilo. E por não querer preocupar ou incomodar ninguém com algo que nem eu sabia como explicar. Eu fiquei em silêncio, achando que aquilo era normal.
Mas um dia, eu senti que poderia existir outro caminho, que eu poderia viver de um jeito diferente. Foi quando eu resolvi acreditar na minha intuição de que eu poderia transformar a minha vida para melhor, mesmo sem saber como ainda.

Assim eu fiz a escolha de viver o que EU desejava pela primeira vez. Eu senti que se eu continuasse vivendo conforme o que os padrões externos me dizem que é certo eu iria ficar cada vez mais doente e desequilibrada emocionalmente e fisicamente. Eu precisei enfrentar meus medos e pedir ajuda, aceitar que sozinha eu não iria conseguir fazer grandes mudanças. Quando eu aceitei isso, minha vida começou a mudar, e sou imensamente grata a todos que me ajudaram!

Por isso, a cada escolha positiva que eu fazia, a cada decisão de cuidar melhor de mim, de me dar atenção, de entender que a minha alimentação é também um reflexo do meu amor próprio, eu transformei a minha vida, e hoje vivo muito mais conectada com o meu bem maior, e tenho a alegria de ajudar outras mulheres a fazerem estas mudanças acontecer também!

Se você sente que falta algo na sua vida, se você esta compensando no prato aquilo que você não tem emocionalmente, se você está cansada de fazer dietas e sentir-se mal no seu corpo, se você quer viver com alegria, energia e amando quem você é de verdade, vem caminhar do meu lado! Eu posso te ajudar a fazer as escolhas que vão transformar a sua vida assim como eu transformei a minha!

Eu estou muito feliz em te contar que o Programa Eu sou As Minhas Escolhas está com as inscrições abertas! Ele é uma oportunidade para te ajudar a transformar os seus desejos em realidade, alimentando as suas emoções e o seu corpo com amor e sabedoria. Através deste grupo de coaching de 6 semanas vou te acompanhar com todo meu suporte, conhecimento, experiências pessoais e muito amor, para você nunca mais precisar de dieta para se sentir melhor na sua pele! Vou compartilhar ferramentas, informações e minha experiência pessoal para te ajudar a criar o seu estilo de vida do jeito que você quer!

Vem comigo, as inscrições estão abertas até o dia 5 de novembro!! A turma é pequena e restam poucas vagas! Clique no link abaixo para saber mais, e se tiver dúvidas escreva para contato@taisabohrer.com, ficarei muito feliz em te responder!

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO TRANSFORMAR A SUA VIDA!!

Um beijo com muito carinho,

Taísa

Se você gostou deste artigo, compartilhe com alguém que pode estar precisando destas palavras, ou deixe seu comentário aquiembaixo, isso me incentiva a continuar compartilhando mais das minhas experiências sobre como venho mudando minha relação com meu corpo!

Minutos diários de Amor Próprio

Mulher

Você têm sido a mãe, filha, irmã, namorada, amiga, colega, esposa funcionária, tia, professora, chefe, e outras mil funções que você já deve ter exercido na sua vida ou ainda vai exercer um dia.
Você se orgulha e talvez goste desta multifuncionalidade.

Porém algo aí dentro está te deixando inquieta. Você está sempre a disposição para tudo e para todos, como se você tivesse organizado uma viagem mas…
…parece que você esqueceu de convidar alguém para esse passeio.

Quem seria esta pessoa? … Você mesma, claro!!
Quanto tempo do seu dia, da sua semana, você reserva pra cuidar de si mesma, dessa pessoa que você no espelho (ou não tem tempo para) todo dia.

Portanto quero te fazer um convite.
Gostaria de te convidar a reservar 30 minutinhos diários apenaspara fazer algo por e para você!!! Algo que te faça sentir aquele calorzinho no peito de alegria.

Pode ser para ler um livro que você deseja ler a tempos, ou ir fazer aquela caminhada no parque, ou simplesmente ir tomar um café depois do trabalho na sua cafeteria favorita.
Você consegue deixar o marido, namorado, filho, mãe, cachorro, gato de lado e ir ficar só com você? Se não consegue, por quê você acha que eles merecem a sua atenção e você não?
Sabia que você merece muito isso?

Bom, se não sabia, agora está sabendo. Se precisar coloque o seu compromisso com você mesma na sua agenda, mas não deixe de se “visitar” hoje, amanhã e sempre!!

Por experiência própria, quando comecei a cuidar de mim mesma, tudo a minha volta melhorou. Quando me permiti dar a atenção e carinho que eu sentia falta, o universo me enviou o que eu precisava e não sabia como conseguir.

Pergunte-se:

O que eu posso fazer para começar a cuidar de mim hoje mesmo?