Category Archives: Alimentação Consciente

Soja: um alimento aliado ou perigoso para a saúde?

Sob a visão da nutrição integrativa é importante ressaltar que um alimento pode ser benéfico para uma pessoa e um veneno para outra. Este é o conceito da bioindividualidade, afinal, cada indivíduo carrega informações da sua genética, cultura, vida social, valores, crenças e hábitos que influenciam nas suas necessidades nutricionais.

Ao falar sobre um assunto tão polêmico como a soja, em que pontos de vistas totalmente opostos podem ser comprovados cientificamente, quero deixar claro que recomendo sempre que cada pessoa verifique se qualquer informação faz sentido para si e procure orientação profissional quando necessário.

A soja é um grão originário do Leste Asiático, e começou a ser utilizado na culinária Chinesa, depois se espalhando pelos outros países da região. Faz parte da família das leguminosas, assim como os feijões, lentilhas, ervilhas e grão-de-bico.

Por um lado podemos considerar o seu valor nutricional, já que é uma fonte de proteína vegetal, fibras, vitamina K, cálcio, magnésio e ferro. Porém, devemos lembrar que a soja possui naturalmente isoflavonas, ou fitoestrogênios, compostos proteicos que tem ação muito similar ao estrogênio, hormônio em que a produção é maior em mulheres e naturalmente bem menor em homens.

Hoje em dia muitas mulheres sofrem com sintomas de TPM, cólicas, ovários policísticos e outros distúrbios, e a maioria já fez uso de algum anticoncepcional, o que significa que podemos estar com excesso de estrogênio no nosso corpo, devido as alterações hormonais causadas pelo nosso estilo de vida, como explica a coach especialista em saúde feminina Melissa Setúbal. Então além destes excessos, imagine se consumirmos um alimento regularmente que pode aumentar ainda mais a produção de estrogênio?

Também podemos lembrar que as mulheres em idade próxima a menopausa sofrem uma queda na produção deste hormônio, e neste caso poderiam se beneficiar do consumo da soja, também pensando na origem, método de produção e quantidade.

Outro fato importante a ser considerado é que a maior parte da soja cultivada no Brasil e no mundo (mais de 90%) hoje é transgênica, modificada geneticamente para aguentar a os agrotóxicos mais potentes, como o Roundup (que pode causar câncer e Autismo segundo alguns estudos). E se o agrotóxico visa matar microorganismos e insetos, como podemos ter total segurança de que ele não está nos matando lentamente, não é mesmo?

Além disso, praticamente todos produtos industrializados contém soja como ingrediente, o que aumenta ainda mais o consumo diário desta leguminosa para a maioria da população. Até a maior parte das barras de chocolate e doces contém lecitina de soja, utilizada para manter a consistência por mais tempo.

E quem tem escolheu uma alimentação vegetariana, pode usar a soja para substituir o leite e a carne?

Muitas pessoas que substituem o leite de origem animal pelo leite de soja o fazem acreditando ser uma boa troca. Porém considerando que a soja é  altamente processada e perde grande parte do seu valor nutritivo, acentuando ainda mais o seu teor em isoflavonas (fitoestrogênios), é interessante pesquisar outras alternativas de leites mais nutritivos e com menos efeitos negativos a saúde. Os leites feitos em casa, como os de castanha-de-caju, leite de coco, leite de amêndoas (clique aqui para ver a receita), por exemplo, são muito mais benéficos pois mantém as suas propriedades, são ricos em cálcio e em outros nutrientes pois não são ultraprocessados.

Quem adota uma alimentação vegetariana ou vegana precisa encontrar fontes de proteína vegetal para substituir as carnes, e a soja aparece de várias formas neste tipo de cardápio. A proteína isolada de soja é muito utilizada pelo seu alto teor de proteína, porém este alimento é ultraprocessado, a proteína é isolada ao máximo, não fica mais nada, e além de perder muitos dos seus nutrientes pode piorar ou causar problemas digestivos, gases e distúrbios intestinais. Ao invés de fazer da soja o “bife” diário, é possível variar com outras fontes, como as outras leguminosas (feijões, lentilha, grão-de-bico), com castanhas e sementes, e vegetais crucíferos como o brocólis e a couve-flor. Além disso vale lembrar que quanto maior a variedade dos alimentos, maior será a ingestão de nutrientes, e não é preciso ficar contando as gramas de proteína,  e sim equilibrar as refeições com uma porção de cada grupo alimentar.

Ainda assim, as formas mais seguras de consumir a soja seriam utilizar os seus derivados como o missô, o molho shoyo, tofu e tempeh, que são provenientes de um processo de fermentação dos grãos de soja e podem ser consumidos em pequenas quantidades, como na culinária asiática tradicional.

Também é indicado procurar sempre os produtos orgânicos e com o selo indicativo de “não-transgênico”.  Além disso, para as mulheres em idade fértil convém consumir os derivados de soja no período de 10 dias após a menstruação, quando os níveis de estrogênio voltam a cair.

Concluindo, a soja pode trazer seus benefícios para as mulheres que estão entrando na fase da menopausa se for utilizada com moderação e muita consciência quanto a origem.  O ideal é procurar orientação profissional para identifcar as possibilidades de cada caso. Para todas as idades, o ideal é buscar os alimentos menos processados possíveis, orgânicos e não transgênicos, devido ao desequilíbrio que estas substâncias podem causar ao nosso organismo, como menor absorção de nutrientes, desregular o equilíbrio hormonal e até causar doenças mais graves como câncer.

Espero que estas informações sejam úteis para que você reflita sobre as suas escolhas alimentares. Como sempre, não acredito que um alimento seja completamente bom ou ruim, depende da quantidade, de cada pessoa e de como este alimento é ingerido.

Um artigo interessante para quem quiser aprofundar no tema:
http://authoritynutrition.com/is-soy-bad-for-you-or-good/

Alimentação saudável pesa mais no bolso? 5 dicas para usar melhor seu dinheiro na hora das compras.

Alimentação saudável é mesmo mais cara do que uma alimentação comum?

Eu sempre ouço alguns comentários sobre como comprar alimentos mais saudáveis pode aumentar a fatia do mercado no orçamento no final do mês. E eu estou questionando este pensamento pois sinto que este argumento é usado como uma forma de não olhar para o real problema: falta de comprometimento com a própria saúde e bem-estar.

Algumas pessoas já me disseram que preferem comprar produtos industrializados por que eles tem um custo geral menor do que comprar legumes, verduras e frutas variados.Eu respeito a opinião individual, mas gostaria de apresentar um outro lado desta mesma moeda.

Realmente, em vários lugares o custo dos alimentos inteiros, frescos e orgânicos  é um pouco maior do que um carrinho cheio de pacotes, refrigerantes, caixas de congelados e enlatados, como os que eu vejo saindo do supermercado.

Porém este valor investido em alimentos que o nosso organismo reconhece como comida volta como saúde, melhores níveis de energia, disposição, menos chances de desenvolver doenças, equilíbrio hormonal e emocional, peso saudável e satisfação em se sentir bem consigo mesmo.

Comer mais saudável não vai resolver todos os seus problemas, porém vai com certeza prevenir muitos deles! Ou você prefere usar todo seu dinheiro economizado em remédios, hospitais e tratamentos com imprevistos que “surgem do nada”. Lembre-se que as suas células usam o material que você dá para elas trabalharem. Ao escolher alimentos de melhor qualidade, o seu corpo será construído da mesma forma, e os seus órgãos não vão precisar trabalhar em dobro para eliminar todos os excessos de conservantes, açúcares, gorduras hidrogenadas, corantes e sabores artificiais que os alimentos industrializados contém.

Isso é uma questão de PRIORIDADE!!!
Quais são as suas prioridades?
Até que ponto a sua saúde é uma prioridade para você?

Algumas pessoas não classificam a sua saúde e o seu bem-estar como prioridade. Portanto a alimentação acaba ficando em terceiro ou quarto plano para elas. As roupas ou o carro parecem ser uma prioridade maior as vezes.

Tudo bem se você prefere usar o seu dinheito em outras coisas. Eu não estou julgando esta atitude, apenas estou dizendo que alguém que não quer investir em uma alimentação mais saudável e variada prefere usar o seu dinheiro de acordo com o que acha mais importante do que a sua própria saúde. E vamos falar a verdade, estas pessoas muitas vezes pagam uma nota para o plano de saúde, mas na verdade não estão se ajudando em nada ao comer frituras, tomar refrigerante e comer mal o tempo todo.

autossabotagem-dieta

Você não precisa comprar chia, frutas vermelhas e óleo de coco para manter a sua saúde em dia.

Para ter uma alimentação saudável e equilibrada você não precisa comprar produtos mais caros ou importados, e sim usar a criatividade com os alimentos que existem em maior quantidade onde você mora.

Se você sabe a importância e quer investir na sua saúde, eu sou totalmente a favor da compra este alimentos que citei acima como exemplo, mas eles não são obrigatórios. Porém se estiver muito acima do seu orçamento, não use isso como desculpa para não cuidar da sua saúde através da sua alimentação. Seguem abaixo 5 dicas que vão te ajudar a se alimentar melhor sem precisar gastar todo seu dinheiro no mercado.

1. Compre os legumes e frutas da estação

É possível comer muito bem variando com as frutas e legumes da estação, que são aquelas com o melhor preço se comparadas aos vegetais que não são naturalmente encontrados na estação vigente. Procure pelas feiras de produtores locais na sua região, lá você vai saber quais são os vegetais da época, observando as cores mais vivas e os preços mais acessíveis. Converse com os agricultores para saber como o cultivo foi feito. Este contato com quem fornece a sua comida é muito positivo.

comidas-saudaveis-frutas-legumes

2. Pesquise as promoções da semana nos folhetos

Procure por folhetos impressos dos mercados ou na internet, e faça uma lista do que você encontrar com os melhores preços. Depois faça a sua logística e veja quais mercados você vai economizar mais ao comprar. Você pode comprar os itens que estiverem mais em conta em cada mercado também, basta se organizar.

3. Reduza o consumo de carne vermelha e prefira carnes brancas 

Além do benefício de economizar ao comprar menos carne vermelha, você estará ganhando muita energia física ao deixar de fazer a digestão da mesma. A carne de gado demanda muito mais energia e tempo do organismo para ser digerida completamente do que outras opções de proteínas, podendo levar até mais de 2 dias dentro no sistema digestivo. Você pode pensar que é difícil, mas eu sou gaúcha, meu pai assa o melhor churrasco do mundo e eu consegui mudar este hábito, então qualquer pessoa consegue! Se parecer demais, experimenta fazer 2 ou 3 dias por semana sem carne, e faça as contas de quanto você economizou. Observe também como o seu corpo reage.

4. Aumente o consumo de ovos ou fontes de proteína vegetal

Você não precisa virar vegetariano se não quiser, mas eu incetivo que você faça um teste e experimente por 1 ou 2 semanas comer mais ovos e leguminosas como fonte de proteína no lugar da carne. Ovos são alimentos cheios de nutrientes, gorduras boas para o coração (já está comprovado cientificamente que você não precisa mais descartar as gemas), vitaminas do complexo B, ajudam a formar o colágeno e a saúde dos olhos e do sistema nervoso. Grão-de-bico, feijões, lentilha, ervilha e quinoa são ricos em proteína de fácil digestão, são fontes de carboidratos complexos e fibras, o que ajudam quem está cuidando do peso e ainda se encaixam na categoria “bons de preço”.

5. Compre em quantidades menores e reduza o desperdício.

Talvez uma parte do que você compra acabe indo para o lixo pois você não consegue usar tudo a tempo. A salada estraga, alguns produtos passam da data de validade, e o seu dinheiro vai para o ralo. Para evitar isso, compre em quantidades um pouco menores e tente usar o que está há mais tempo na sua despensa primeiro. Compre apenas o que precisa ser reposto e vá criando com as sobras de comida. Diminua o desperdício de vegetais fazendo sopas e caldos, e use as cascas e resíduos das frutas em receitas de bolos ou pães. Dessa forma você estará não só economizando mais reaproveitando muito mais os nutrientes dos alimentos.

Para algumas pessoas é mais importante ter um novo par de sapatos a cada mês, mas o almoço pode ser um miojo ou um pastel e o lanche é bolachinhas e salgadinhos. Não que comer isso seja errado, mas eu estou falando de hábitos diários, de alimentação cotidiana. O corpo é quem acaba pagando esta conta, infelizmente!

Então não é uma questão de que seja mais caro se alimentar melhor, é uma questão se saber por que você está investindo na sua saúde. Se o seu corpo se constrói a partir do que você come, por que então você vai dar alimentos de baixa qualidade para ele?

Você entende que alimentos processados vem carregados de conservantes, sabores artificais, sódio, gorduras hidrogenadas, açúcar refinado, açúcar invertido e outros tipos, ingredientes que ninguém consegue pronunciar e uma lista interminável de ingredientes, é por que este produto não é bom para o seu corpo nem para a sua saúde.

A natureza fez um trabalho magnífico nos providenciando com tantas cores, nutrientes, formas, sabores, alimentos diferentes em cada estação e nós, teimosos e mimados, resolvemos que queríamos coisas coloridas e saborizadas artificialmente. Está na hora de olhar de novo para a natureza e fazer escolhas que estejam de acordo com a nossa sabedoria interna.

Eu espero que esta leitura sirva para uma reflexão, e que você pense no investimento que poderá fazer na sua própria saúde e da sua família ao fazer melhores escolhas para a sua alimentação.

O que você acha deste assunto agora? Vamos investir na nossa alimentação e nos cuidados com o nosso bem-estar? Espero que as dicas possam ajudar você nas suas próximas compras!  Escreva e me conte!

Um beijo!
Taísa Bohrer

Obs.: cada pessoa sabe o que faz com o seu dinheiro, e pode comprar quantos pares de sapato quiser, isto não é um problema. O comentário foi usado para ilustrar uma situação em que alguém não está priorizando a sua saúde e bem-estar.

Creme de Castanha de Caju

Opção vegana ao creme de leite tem a consistência cremosa e é rica em benefícios para a saúde!

Eu testei várias opções para substituir o creme de leite nas receitas, e agora que achei um substituto a altura, não tenho mais esta preocupação! Lembrando que tudo bem usar creme de leite se você não tiver intolerância ou alergia, porém eu venho nesta caminhada por uma vida com menos produtos de origem animal possível, e também por que gosto de variar e trazer outros alimentos de forma inovadora para as minhas preparações. Continue reading Creme de Castanha de Caju

AS ESCOLHAS QUE VOCÊ FAZ, FAZEM VOCÊ!

“Você faz escolhas e as escolhas fazem você”

Procurei o autor desta frase que li uma vez há muito tempo e não encontrei, mas ela faz muito sentido para mim. Acredito que a nossa vida é o reflexo daquilo que escolhemos a todo momento. Nós moldamos o nosso caminho a cada decisão feita. E saber disso abre uma grande porta para refletir se as escolhas que estamos fazendo agora estão alinhadas com a vida que desejamos levar.

Nem todo mundo sabe, mas há mais ou menos 7 anos atrás eu comecei a viver uma vida que não era a que eu desejava de verdade. Porém foi uma escolha minha trabalhar no setor financeiro e fazer algo que parecia ser o melhor naquela época. Hoje eu tenho consciência de que isto foi maravilhoso pelos aprendizados que tive e pelas pessoas que conheci, estas são as maiores riquezas que carrego daquele período.
Eu decidi me dedicar ao trabalho e estudos como se a minha vida dependesse somente disso, e deixei o meu auto-cuidado e a minha essência no último lugar da lista de prioridades. Isso me levou a engordar 15kg em menos de 2 anos, pois minha alimentação era um reflexo das minhas escolhas, sempre deixando de dar atenção necessária a minha saúde e bem-estar. E eu paguei o preço, pois minha autoestima foi para o lixo, e mesmo com maquiagem, roupas legais, cabelo bonito, por dentro eu estava e me sentia completamente destruída.

A cada dia eu sentia que uma parte de mim estava morrendo lentamente.

Veio a depressão, e eu não sabia como agir, só sabia que por fora eu não queria demonstrar nada daquilo. E por não querer preocupar ou incomodar ninguém com algo que nem eu sabia como explicar. Eu fiquei em silêncio, achando que aquilo era normal.
Mas um dia, eu senti que poderia existir outro caminho, que eu poderia viver de um jeito diferente. Foi quando eu resolvi acreditar na minha intuição de que eu poderia transformar a minha vida para melhor, mesmo sem saber como ainda.

Assim eu fiz a escolha de viver o que EU desejava pela primeira vez. Eu senti que se eu continuasse vivendo conforme o que os padrões externos me dizem que é certo eu iria ficar cada vez mais doente e desequilibrada emocionalmente e fisicamente. Eu precisei enfrentar meus medos e pedir ajuda, aceitar que sozinha eu não iria conseguir fazer grandes mudanças. Quando eu aceitei isso, minha vida começou a mudar, e sou imensamente grata a todos que me ajudaram!

Por isso, a cada escolha positiva que eu fazia, a cada decisão de cuidar melhor de mim, de me dar atenção, de entender que a minha alimentação é também um reflexo do meu amor próprio, eu transformei a minha vida, e hoje vivo muito mais conectada com o meu bem maior, e tenho a alegria de ajudar outras mulheres a fazerem estas mudanças acontecer também!

Se você sente que falta algo na sua vida, se você esta compensando no prato aquilo que você não tem emocionalmente, se você está cansada de fazer dietas e sentir-se mal no seu corpo, se você quer viver com alegria, energia e amando quem você é de verdade, vem caminhar do meu lado! Eu posso te ajudar a fazer as escolhas que vão transformar a sua vida assim como eu transformei a minha!

Eu estou muito feliz em te contar que o Programa Eu sou As Minhas Escolhas está com as inscrições abertas! Ele é uma oportunidade para te ajudar a transformar os seus desejos em realidade, alimentando as suas emoções e o seu corpo com amor e sabedoria. Através deste grupo de coaching de 6 semanas vou te acompanhar com todo meu suporte, conhecimento, experiências pessoais e muito amor, para você nunca mais precisar de dieta para se sentir melhor na sua pele! Vou compartilhar ferramentas, informações e minha experiência pessoal para te ajudar a criar o seu estilo de vida do jeito que você quer!

Vem comigo, as inscrições estão abertas até o dia 5 de novembro!! A turma é pequena e restam poucas vagas! Clique no link abaixo para saber mais, e se tiver dúvidas escreva para contato@taisabohrer.com, ficarei muito feliz em te responder!

CLIQUE AQUI E SAIBA COMO TRANSFORMAR A SUA VIDA!!

Um beijo com muito carinho,

Taísa

Se você gostou deste artigo, compartilhe com alguém que pode estar precisando destas palavras, ou deixe seu comentário aquiembaixo, isso me incentiva a continuar compartilhando mais das minhas experiências sobre como venho mudando minha relação com meu corpo!

Bolo de Chocolate “Abre Sorrisos”!

Tarde de sexta-feira chuvosa, estou estudando e bate aquela vontade de algo docinho e saboroso. Penso no que poderia fazer para o lanche da tarde que nutra não só o desejo do meu corpo de algo reconfortante mas também seja um carinho, uma expressão do meu amor pelo meu ser. E esta conversa teria que ter chocolate no meio mesmo! Então fui pensando nos ingredientes que tinha em casa, e comecei a pensar no que poderia sair. Continue reading Bolo de Chocolate “Abre Sorrisos”!

Receita de Brownie com Beterraba – Vegan e sem glúten

Sim, você leu certo! E este brownie foi aprovado pelos paladares mais exigentes!

Resolvi colocar beterraba numa receita de brownie e deu muito certo! Se você torce o nariz para este vegetal, pode ser que você mude de ideia com este bolo! A beterraba é rica em anti-oxidantes, suporta as funções do fígado e tem propriedades anti-inflamatórias. Claro que para obter a maior parte de nutrientes possível o melhor é cozinhar rapidamente ou assar a beterraba, porém, que tal experimentar um bolo que pode ser a porta de entrada para outras criações com este alimento tão rico?

Eu quis fazer algo que de certa forma gerasse o efeito surpresa para quem fosse experimentar! A textura e cor são exatamente iguais ao brownie, cremoso e denso na medida, e o sabor é praticamente igual, a não ser pelo toque de melado que traz uma “brasileirisse” para este doce. Levei este bolo para o pessoal do grupo de meditação da minha querida amiga Adriana Souza, do Hoje eu me sinto, e desde então estava aprimorando a receita para ficar ainda melhor! ( Veja aqui você uma receita com beterraba para desinchar).

Aprenda esta receita deliciosa e  nutritiva agora!

RECEITA DE BROWNIE COM BETERRABA

Rendimento: 12 a 18 quadrados

Ingredientes
  • 4 beterrabas pequenas ou 2 grandes cruas
  • 2 xíc. de farinha de arroz integral ou farinha de coco
  • 6 colheres de sopa cheias de cacau em pó puro (orgânico de preferência)
  • 3 colheres de sopa de melado de cana  (melaço de cana)
  • ½ xíc. e mais 2 colheres de sopa de açúcar mascavo ou de açúcar de coco
  • ½ xíc. de óleo de coco derretido ou de manteiga sem sal derretida
  • 1 copo americano de água ou meio copo de leite de coco diluído
  • 2 colheres de linhaça moída ou chia
  • 1 colher de chá rasa de bicarbonato de sódio
Preparo
  1. Lave bem as beterrabas e retire as extremidades. Se não forem orgânicas, pode descascar ou apenas retirar as áreas “machucadas”. A casca tem muitos nutrientes e eu adoro aproveitá-las. Não precisa cozinhar, isso conserva as propriedades ainda mais.
  2. Ligue o forno para aquecer na temperatura de 180ºC, forre uma travessa de vidro ou cerâmica de 20cm, quadrada, com manteiga ou com óleo de coco e enfarinhe levemente.
  3. Coloque a linhaça ou chia para hidratar com um pouco de água, elas substituem os ovos. Você pode usar 1 ovo também se preferir, mas aí deixa de ser vegan.
  4. Corte as beterrabas em cubos leve para o liquidificador ou processador com água ou leite até cobrir. Bata até conseguir triturar o máximo possível.
  5. Adicione o óleo de coco derretido, o melado e ligue o liquidificador novamente. Desligue e passe uma colher ou espátula para ajudar a ficar homogêneo.
  6. Adicione o cacau em pó, o açúcar e bata por alguns segundos. Desligue e vá adicionando a farinha aos poucos. Misture com uma colher e ligue novamente o liquidificador por alguns segundos até misturar bem.
  7. Transfira esta massa para um recipiente médio, e adicione o restante da farinha e por último, o bicarbonato de sódio. Misture devagar e incorpore bem.
  8. Quando a massa estiver bem incorporada, transfira para a travessa untada.
  9. Coloque para assar por 50 minutos em forno a 180º, e só abra o forno depois de 40 minutos para olhar. Retire quando a camada estiver bem firme e comece a rachar. O brownie fica cremoso portanto o teste do palito não funciona nesta receita.
  10. Pode ser guardado na geladeira por até 5 dias em pote hermeticamente fechado.

Se quiser cobrir com uma calda de chocolate, sugiro fazer o seguinte:

Derreta em banho-maria 50g de chocolate 85% cacau, adicione um pouco de leite de coco ou de amêndoas, 2 colheres de óleo de coco, 1 colher de sopa cheia de cacau em pó e 2 colheres de sopa de açúcar de coco. mexa em fogo baixo até ficar cremoso, depois cubra o brownie  eleve a geladeira.

Outra sugestão: coloque castanhas ou sementes de abóbora trituradas na massa antes de transferir para a forma, para dar crocância e aumentar a saciedade. Outra ideia é colocar alguns morangos em pedaços na massa já na forma, que vão derreter e dar um toque contrastante no sabor.

Gostou da receita? Volte para me contar o que achou do resultado!

Compartilhe com quem você gosta e deixe seu comentário, vou adorar responder suas dúvias ou ouvir suas sugestões!

 

Imagem: whatislori.com (Pinterest)

Receita de Suco Para Mandar o Cansaço Embora!!

Esta é uma receitinha original da Kris Carr, a rainha dos smoothies e sucos e uma das minhas musas inspiradoras. Ela venceu o câncer em um estágio avançado através de um estilo de vida saudável e muuuuuitos sucos.

A Kris Carr foi uma das primeiras pessoas que comecei a acompanhar quando decidi entrar de corpo e alma no mundo maravilhoso da “cozinha é a minha farmácia“.  Vale dar uma conferida no seu site, o Crazy Sezy Wellness, para conhecer esta mulher linda e carismática! Mas vamos a receita que é o que você veio aprender hoje! Continue reading Receita de Suco Para Mandar o Cansaço Embora!!

7 Alimentos que amenizam a ansiedade de forma natural

Conheça quais comidas incluir no cardápio para ter mais calma e bem-estar físico e mental

São 6h30 da manhã, seu alarme dispara. Você acorda, dá vontade de ficar na cama, mas já começou a pensar na reunião que vai ter mais tarde no trabalho e a imaginar que seu chefe talvez não esteja num bom dia, afinal “ontem já foi bem complicado”, pensa. Você vai para o banho e enquanto tenta esquecer o chefe, lembra-se do encontro da sua família que vai acontecer no próximo final de semana, no qual novamente terá que ouvir comentários sobre ainda não ter casado ou engravidado. Você revira os olhos e já sente a angústia de ser alvo dos questionamentos dos familiares. Sem perceber, você já está lá, criando e vivendo estas cenas nada agradáveis como se fossem reais.

Então, seu coração começa a bater mais rápido, sua respiração fica mais ofegante e superficial, você toma seu café às pressas enquanto pega sua bolsa e sai de casa. Sem saber que o café só aumentará ainda mais sua ansiedade. Sua mente não está no agora, mas sim no futuro, imaginando o que poderá acontecer, mesmo que talvez nem seja como você pensou. Identificou algo parecido na sua vida cotidiana?

Este é o momento em que você está “alimentando a sua ansiedade”. Eu comento sempre que não existem pessoas ansiosas, na realidade elas têm momentos de ansiedade. E ao alimentá-los, os níveis deste sentimento vão aumentando até causar algum mal-estar físico, como dores de cabeça ou nas costas, enxaquecas, constipação, indigestão ou ainda algum problema de saúde mais grave, caso a ansiedade seja alimentada com muita frequência.

A ansiedade também aumenta os níveis de cortisol no sangue, pois faz disparar o estresse, o que prejudica sua saúde física e emocional. Ao se manter em um estado ansioso por muito tempo, a pessoa sobrecarrega seu coração, podendo agravar o quadro de quem já apresenta hipertensão ou predisposição a outras doenças cardiovasculares.

Além de utilizar terapias de relaxamento e Meditação para amenizar a ansiedade, você pode se beneficiar com a prática de uma alimentação saudável para contribuir com o seu equilíbrio emocional e mental. Como coach de alimentação consciente, eu ajudo pessoas que têm uma vida agitada a conhecerem melhor os alimentos, entenderem como seus nutrientes, preparo e energia interagem, para quem deseja viver com bem-estar integral e com consciência das suas escolhas. A saúde integrativa, da qual sou estudiosa, aprofunda este conhecimento sobre os alimentos e seus efeitos no corpo físico e emocional, o que aumenta a consciência sobre a importância do cuidado com a alimentação, utilizando a comida estrategicamente conforme o que o organismo mais está precisando em determinado momento.

Veja a lista com os 7 alimentos para reduzir a ansiedade de forma natural clicando aqui. Este artigo foi publicado originalmente no site Personare, do qual sou colaboradora.

Clque abaixo para aprender receitas nutritivas e saborosas que tem propriedades anti-ansiedade e melhoram o humor.

Quer receber mais dicas como estas no seu e-mail? Basta clicar aqui e se cadastrar,  envio dicas e reflexões com todo meu amor para quem deseja uma vida mais positiva, leve e saudável!

3 Passos para Transformar a sua Alimentação Agora!

PEQUENOS PASSOS, GRANDES RESULTADOS.

Ao refletir sobre como manter um estilo de vida mais saudável do que você vive hoje, é possível que exista a crença de que isso é algo muito difícil de ser alcançado, que demandaria um esforço descomunal da sua parte, ou que seria muito chato deixar de comer o que você gosta par perder alguns kilos.

Isso acontece pois muitas pessoas acreditam que precisam fazer mudanças a jato, dando uma volta de 360º em poucos dias, e deixam de comer um belo prato de comida com gordura e carboidrato suficiente e começam a tomar apenas sucos detox por vários dias sem pensar nas consequências. E derepente, passam de sedentárias a atletas, começam a se exercitar intensivamente 5x na semana, e desejam ter o corpo da atriz da novela em 1 mês, pois o verão está chegando e você viu sua amiga no #projetobikini para se motivar…

Eu já vivi este desejo de ser algo que eu não era, e sei o quanto pode ser frustrante por vários motivos, mas o que vou focar aqui é o que eu acredito que traz mais resultados duradouros e reais transformações de hábitos. Você pode se motivar da forma que achar melhor, mas tenha consciência do quanto seu corpo e mente estão aptos a estes fatores.

Mas quem é que consegue fazer uma mudança em tão pouco tempo e não sentir que está passando por uma provação, ou sofre por estar privando seu organismo de tantas substâncias que estava acostumado a obter?

A consciência neste caso é de que qualquer um pode fazer mudanças bruscas e até obter ótimos resultados, porém quando desejamos manter esta mudança como parte do novo estilo de vida, elas precisam ser inseridas em um certo período de adaptação, com ajustes e respeitando os limites da pessoa.

MUDAR DE DIREÇÃO SIM, COM UM PASSO DE CADA VEZ

Tentar mudar o comportamento com a comida na velocidade da luz, é o maior fator de autossabotagem que pode ser estimulado. O organismo humano precisa de um tempo para se adaptar a cada pequena mudança. Ao desejar tranformações a jato, você está indo contra a natureza.

Imagine alguém que sempre comeu doces, todos os dias, por exemplo, como essa pessoa vai parar de repente, de um dia para o outro, retirando completamente o açúcar da vida dela?

Talvez ela consiga por alguns dias, mas quando estiver na frente de uma sobremesa novamente, ela pode perder o controle, como se o açúcar fosse o alvo de um vício, pois é assim que qualquer substância refinada (açúcar e farinhas) atuam no sistema nervoso central. A pessoa se comporta como se estivesse passando por abstinência ao ficar sem aquele alimento e ao encontrá-lo, algumas reações quimicas e neurológicas disparam uma sensação de que aquele alimento é fonte de prazer imediato, e então fica quase impossível controlar a compulsão.

Considerando estas questões, sugiro que você dê um passo de cada vez. Um passo de pequeno, mas de acordo com o que você acredita ser possível de fazer neste momento.

HÁBITOS ANTIGOS X HÁBITOS RECENTES

Acordar um dia com a determinação de melhorar a sua saúde e bem-estar é ótimo. Mas tentar fazer tudo diferente de uma só vez pode ser um verdadeiro desastre. Abrir mão de tudo o que você gosta de uma hora para a outra pode gerar desmotivação muito rápido, o que pode trazer a compulsão nos momentos de ansiedade ou stress. Este comportamento abre espaço para a insatisfação e para a autossabotagem.

Ao contrário disso, experimente introduzir alguns novos hábitos no seu dia-a-dia. Este caminho poderá ter impacto mais positivo no seu estilo de vida, gerando por exemplo, mais saúde e disposição progressivamente.

Quanto tempo você precisou para aprender a caminhar? E quanto tempo para aprender a falar? Meses, anos… Pois então, por que nós nos cobramos aprender em alguns dias o que levamos anos para cultivar, e não nos permitimos dar um passo de cada vez, e nem sequer errar?

A crítica excessiva e o perfeccionismo aumentam a carga de stress e a pressão emocional, e isso não ajuda ninguém a chegar onde deseja, pelo contrário, dificulta a caminhada.

Convido você a refletir sobre como você vem se cobrando. Pense a respeito do ritmo que você sente que é conveniente para você mudar de hábitos. Se errar, foi aprendizado, não uma falta. Não leve isso como algo que poderia ter sido melhor, analise como você agiu, perceba o que pode ser melhorado para as próximas vezes e vá em frente.

TRÊS ATITUDES PARA MELHORAR A SUA ALIMENTAÇÃO HOJE MESMO

Quer começar mas não sabe por onde? Experimente incluir essas três atitudes na sua rotina  a partir de hoje e observe o que acontece:

1. Beba mais água pura.

Se você bebe sucos de fruta ou refrigerante com frequência, substitua um copo da bebida por m copo de água pura, de preferência filtrada, e aumente o número de substituições na semana seguinte para dois copos de água para cada copo de bebida doce.

Além de hidratar, ajudar no funcionamento do organismo, no processo de eliminação de impurezas e para as funções cerebrais gerais, principalmente a memória, a água ajuda a regular a saciedade e diminui aquela sensação de fome sem fim.  Ao sentir fome, procure tomar um copo de água devagar e observar se talvez não era sede.

Refrigerantes tem uma grande concentração de açúcar e se tomados junto ou logo após as refeições atrapalham a digestão dos alimentos. Em uma lata de Coca-Cola tem o equivalente a 40g de açúcar, ou seja, mas de 10 colheres de chá de açúcar. Você colocaria isso no seu café?

Tenha sempre uma garrafa grande com água perto de você. Coloque frutas cítricas e folhas de menta ou hortelã para aromatizar. Eu uso rodelas de laranja e lima, e as vezes coloco o sumo de um pedaço pequeno de gengibre ralado, para ativar a circulação e ajudar na digestão.

2. Experimente comer verduras e vegetais crus quando estiver com pressa.

Brócolis, cenoura, couve-flor são crocantes e adocicados se consumidos crus, contém enzimas que favorecem o equilíbrio da flora intestinal, que é conhecida como segundo cérebro, e aumentam a sensação de saciedade. Se tempo for escasso para você, comer estes vegetais crus pode ser uma facilidade a mais, pois estando higienizados você pode guardá-los em potes fechados na geladeira e comer quando sentir fome.

E caso você precise de mais energia, vegetais crus ou frutas amarelas ou vermelhas são ótimas opções, pois são alimentos vivos, ricos em vitamina C e da luz solar, que aumenta a sua energia vital.

Brócolis é um dos vegetais com maior concentração de proteínas e tem poder detoxificante, e cenouras são ótimas para manter a pele e o bronzeado bonito. Experimente comê-los antes do almoço ou da janta se a fome estiver muito grande.

3. Troque o açúcar branco por melado, mel, tâmaras ou figos.

Estas substituições podem trazer muitos benefícios para a sua saúde, pois estes adoçantes naturais não são fontes de calorias vazias como o açúcar branco. Eles contém uma gama de nutrientes e minerais importantes para o funcionamento correto do seu organismo.

O açúcar branco, é um carboidrato simples que gera picos de insulina ao ser consumido, e estes picos sendo muito frequentes, podem estimular a insuficiência da produção de insulina, causando o diabetes. Por isso, se quiser continuar consumindo, pondere com consciência quanto a quantidade de açúcar branco ou mascavo usar.

O sabor pode ser um pouquinho diferente, mas é só uma questão de tempo até você acostumar. Ao utilizar frutas para adoçar, você aumenta a quantidade de fibras e contribui para o funcionamento regular do seu intestino.

Agora que você conheceu estas três atitudes,  sugiro que experimente estas práticas por algumas semanas. Comece com uma ou duas por vez se preferir e depois de sentir que estão completamente inseridas na sua rotina, descubra qual é o seu próximo passo e avance!

Se este texto foi útil para você, assine a minha newsletter e receba minhas dicas e estratégias de alimentação consciente diretamente no seu e-mail! Clique aqui e casdastre-se agora!

Aprenda a receita caseira de Leite de Amêndoas e Coco

leite-sem-lactose-leite-de-amendoa

Vamos fazer leite de amêndoas e coco em casa?

Postei lá no Instagram a delícia que ficou meu leite caseiro de amêndoas e coco que fiz hoje (veja aqui)! Eu já tinha feito o leite de amêndoas, mas quis experimentar com este toque de coco, e ficou incrível!!

Eu amei a textura e o sabor, e não precisa adoçar, pois a polpa do coco dá aquele sabor maravilhoso, um doce suave que eu amo!!

A amêndoa é rica em proteínas, fibras e cálcio, portanto se você tem medo de substituir o leite animal por vegetal pela quantidade de cálcio,  não precisa mais pensar assim. As amêndoas fornecem magnésio e fósforo, estes nutrientes ajudam a saúde dos ossos, prevenindo, assim a osteoporose. Além disso, amêndoas são ricas em antioxidantes que melhoram a saúde da pele e cabelos, bem como o cérebro. Veja mais receitas com amêndoas aqui.

Já a polpa de coco além de contér uma boa dose de fibras, contém muitos nutrientes como cálcioselênio, magnésio, fósforo, zinco e outros. É fonte natural de gorduras saturadas que se consumidas em moderação, são benéficas a saúde e garantem muita energia, gerando mais saciedade e promovendo a saúde do sistema nervoso. Leia mais sobre os benefícios do coco aqui.

coconut-manna_thumb

Se você puder comprar o coco e retirar a polpa em casa seria ideal, mas alguns mercados vendem a polpa ralada, então vale um pouco de curiosidade e procura neste sentido. Eu encontrei a polpa vendida como um purê, que parece uma manteiga de coco, mas na verdade é a polpa do coco que é bem cremosa. A imagem mostra o produto que comprei aqui, na seção dos produtos “saudáveis”, nem todos são viu, tem que ter atenção! Esta polpa de coco é orgânica e GMO-free.

CM

Receita de Leite de Amêndoas e Coco

Para fazer em torno de 1l de leite vegetal você vai precisar de:

  • Um liquidificador ou processador, uma espátula ou colher
  • 1 xícara de amêndoas cruas
  • 2 colheres de sopa de polpa de coco ou 3 colheres de coco fresco ralado ou meia xícara de coco fersco em pedaços.
  • 3 a 4 xícaras de água filtrada,  a seu gosto
Preparo
  1. Deixe de molho em água filtrada, 1 xícara de amêndoas por 12h, troque a água algumas vezes antes de usar.
  2. Escorra as amêndoas e enxágue bem.
  3. Bata no liquidificador ou processador com um pouco de água filtrada, dê intervalos e ajude a misturar com uma espátlula ou colher.
  4. Adicione mais água conforme as amêndoas vão sendo trituradas e fiquem com o aspecto de creme quase homogêneo. Certifique-se de triturar bem as amêndoas antes de começar a adicionar mais água.
  5. Transfira o leite para uma tigela grande passando por um coador grande ou uma toalha de algodão, espremendo bem o líquido.
  6. Reserve o bagaço na geladeira,  para fazer farinha ou ricota de amêndoas.
  7. Após espremer bem o bagaço, o leite de amendoas está pronto, agora você pode voltar ao liquidificador e adicionar duas colheres de sopa do purê de coco, ou coco ralado. Se usar o coco em pedaços, coloque uma parte do leite para bater e vá adicionando aos poucos.
  8. Bata novamente por 3 minutos em potência alta.
  9. Transfira para um vidro com tampa, feche bem e guarde na geladeira por até 5 dias.

Você pode usar este leite de sabor suave para fazer smoothies, bebidas cremosas, bolos, cremes e molhos!!

Gostou desta receita? Então compartilha na sua página do Facebook, ouo com quem você gosta! E quero saber o que achou, conte aqui nos comentários!

11942257_1022001544490460_1600111124_n